Fênix | Pássaro da mitologia grega

A fênix é um pássaro da mitologia grega que,
quando morria, entrava em auto-combustão e,
passado algum tempo, renascia das próprias cinzas.



foto: http://castleage.wikia.com/wiki/Fenix,_Risen_From_Ashes


Outra característica da fênix é sua força que a faz
transportar em voo cargas muito pesadas, havendo
lendas nas quais chega a carregar elefantes.
Podendo se transformar em uma ave de fogo.

Teria penas brilhantes, douradas, e vermelho-arroxeadas,
e seria do mesmo tamanho ou maior do que uma águia.
Segundo alguns escritores gregos,
a fênix vivia exatamente quinhentos anos.

Outros acreditavam que seu ciclo de vida era de 97.200 anos.
No final de cada ciclo de vida,
a fênix queimava-se numa pira funerária.
A vida longa da fênix e o seu dramático renascimento
das próprias cinzas transformaram-na em
símbolo da imortalidade e do renascimento espiritual.
Saiba mais sobre a Fênix,
um pássaro da mitologia grega.


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%AAnix

Presépio de Natal | Tradição natalina

Presépio, na língua portuguesa, designa
o local onde se recolhe o gado ou o estábulo.


O presépio, todavia, é também uma referência cristã
que remete para o nascimento de Jesus numa gruta
de Belém, na companhia de São José e da Virgem Maria.

Foto: http://www.culturamix.com/cultura/religiao/presepio-natal


Conta a Bíblia que, depois de muito tempo à procura
de um lugar para albergar o casal, que se encontrava
em viagem por motivo de recenseamento de toda a Galileia,
São José e a Virgem Maria tiveram que pernoitar
numa gruta ou cabana nas imediações de Belém.

De acordo com a mesma fonte, Jesus nasceu numa manjedoura
destinada a animais (no presépio, uma vaca e um burro)
e foi reconhecido, no momento do nascimento, por pastores
da região, avisados por um anjo, e, uns dois anos mais tarde,
não na manjedoura, mas na casa de Jesus, por Reis Magos vindos
do oriente, guiados por uma estrela,
que teriam oferecido ouro, incenso e mirra à criança.

Segundo a História, estes acontecimentos ocorreram no tempo
do Rei Herodes, que teria mandado matar todas as crianças
por medo de perder o seu trono para o futuro Rei dos Judeus.
Saiba mais sobre Presépio de Natal
uma tradição natalina


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pres%C3%A9pio

Esquizofrenia | Doença mental crônica

O início do transtorno pode ser confundido
com depressão ou outros transtornos ansiosos
(Pânico, Transtorno Obsessivo-Compulsivo, Ansiedade Generalizada).


Foto: http://segredosdomundo.r7.com/sera-que-voce-tem-esquizofrenia-faca-o-teste-e-descubra/

Quais os sintomas?

A esquizofrenia apresenta várias manifestações,
afetando diversas áreas do funcionamento psíquico.
Os principais sintomas são:

1. delírios: são idéias falsas,
das quais o paciente tem convicção absoluta.
Por exemplo, ele se acha perseguido ou observado
por câmeras escondidas, acredita que os vizinhos
ou as pessoas que passam na rua querem lhe fazer mal.

2. alucinações: são percepções
falsas dos órgãos dos sentidos.
As alucinações mais comuns na esquizofrenia
são as auditivas, em forma de vozes.
O paciente ouve vozes que falam sobre ele, ou
que acompanham suas atividades com comentários.
Muitas vezes essas vozes dão ordens
de como agir em determinada circunstancia.
Outras formas de alucinação, como visuais,
táteis ou olfativas podem
ocorrer também na esquizofrenia.
Saiba mais sobre a esquizofrenia
uma doença mental crônica.


Fonte:
http://www.saudemental.net/o_que_e_esquizofrenia.htm

Anko | Pasta usada na culinária oriental

Anko é uma pasta doce, feita de feijão vermelho,
ou azuki, que teve origem na Japão.


Foto: http://blogdereceitas.com/2013/11/17/anko-doce-de-feijao-azuki/


É utilizada nas culinárias chinesa, japonesa e coreana.
É feita com os feijões cozidos (com ou sem casca),
adicionando-se açúcar ou mel.

A casca dos feijões pode ser removida na peneira
antes de adoçar, o que torna a pasta mais leve e homogênea.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Anko_(doce)

Baozi | Culinária da China

Pão tradicional chinês cozido no vapor.


Chamados de baozi na China, chukaman no Japão,
momo no Tibet, bánh bao no Vietnã, os pães cozidos no vapor
são pratos presentes em boa parte da Ásia.

Foto: https://www.youtube.com/watch?v=-i10YZe3bm8


E pode vir com uma variedade enorme de recheios:
carne de porco, broto de bambu, cogumelos,
anko, pasta de soja preta, kaya e
recentemente, chocolate, creme de baunilha e curry.

Sua origem é desconhecida, apesar de haver uma lenda
que diz que foi o estrategista militar, diplomata,
astrólogo e inventor chinês Zhuge Liang quem criou esses pães.

De acordo com essa lenda, na volta de uma campanha militar,
Zhuge encontrou um rio violento, que resistia
a qualquer tentativa de atravessá-lo. Informado que normalmente
os bárbaros sacrificam e jogam 50 cabeças para acalmar
o espírito do rio, o estrategista teria decidido, para evitar
um derramamento de sangue, fazer 50 pães
cozidos no vapor, com formato de cabeças, e jogá-los no rio.
Saiba mais sobre Baozi, Pão tradicional chinês cozido no vapor.

Fonte:
https://onivoro.wordpress.com/2009/12/13/baozi-manju-nunu-momo-etc/