Filhós | Doce da culinária portuguesa

Filhós, é uma especialidade gastronômica portuguesa,

muito comum nas regiões do interior do país
por altura das comemorações do Natal.

Foto: http://ac-wwwinterioridade.blogspot.com.br/2010/05/o-rei-que-gostava-de-filhos.html


É feita com farinha de trigo e ovos, por vezes também
com abóbora e raspa de laranja,
frita em azeite, ou outros óleos vegetais.
Muitas vezes é polvilhada de açúcar e canela.
Em Portugal é também conhecido
como "velhoz" ou simplesmente "fritos".

Este doce é também muito popular em algumas regiões
do nordeste brasileiro, sobretudo no período do Carnaval.
Na região seridoense do estado do Rio Grande do Norte,
é tradicional o preparo dos filhós no domingo de Carnaval.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Filh%C3%B3

Bazargan | Salada Siria de Trigo

Bazargan, é uma salada de trigo para quibe
(bulgur wheat) e uma seleção de nozes.


Foto: http://trembom.com/salada-siria-de-trigo-para-quibe-e-nozes-ou-bazargan/


Um elemento importante é o xarope de romã
ou pasta de tamarindo. Eles formam a base do molho.
A salada leva 3 tipos de nozes: nozes das de natal,
avelãs e pinoli. Além de muita salsinha.
Saiba mais sobre Bazargan
Salada Siria de Trigo


Fonte:
http://trembom.com/salada-siria-de-trigo-para-quibe-e-nozes-ou-bazargan/

Sidra | Espumante preparado com sumo fermentado de maçã

Sidra”, com S, é o espumante
com que a maioria dos brasileiros
celebra a chegada do ano-novo.
É feito de suco fermentado de maçã.


Foto: http://biobiodoalcool.blogspot.com.br/2011/01/bebidas-alcoolicas-fermentadas.html


A sidra é uma bebida preparada
com sumo fermentado de maçã.
Os seus maiores produtores são Inglaterra
(mais de metade da produção europeia, em especial
nas regiões do sudoeste e Ânglia Oriental),
Irlanda e França (sobretudo na Normandia e Bretanha).
É também bastante popular em Espanha, Alemanha,
Suíça, Brasil, Áustria, África do Sul e Austrália.

Em Portugal, para além da Região Autônoma da Madeira,
onde é muito popular e tem uma larga tradição
na freguesia de Santo António da Serra, era uma bebida
tradicional apenas no norte do país, mas mesmo aí
esse hábito tem-se vindo a perder e atualmente
tem pouca expressão, limitada sobretudo à região do Minho,
onde ainda é produzida numa escala caseira
e de forma artesanal, sendo habitual o seu consumo
em festas populares e acontecimentos locais.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sidra

Cidra | Fruta mediterrânea

Cidra”, com C, é o fruto da cidreira.

De sabor azedo, geralmente é usado
no preparo de doces e compotas.

Cidra é uma fruta cítrica.
Parece ser uma antiga espécie selvagem,
nativa do Sudeste Asiático ou da Índia.

Foto: http://arautosdaalegria.blogspot.com.br/2012/11/frutas-que-curam-cidra.html


A cidra é ácida e azeda, tem casca espessa
e rugosa e não tem forma regular.
Contém proteínas, sais minerais,
ácido cítrico, vitaminas A, B1, B2, B5 e C.

Embora seja comestível, para fazer o compotas,
doces ou Cidra cristalizada primeiro
deve-se tirar o amargo da fruta,
deixando a casca na água por alguns dias,
inutilizando os gomos.

Clericot | Bebida alcoólica de frutas

O Clericot teve origem na França, no século XIX
e era composto por suco de limão, xerez, brandy e soda


O clericó (ou Clericot) é uma bebida alcoólica de frutas
consumida no Paraguai, Argentina e outros países
da América Latina, especialmente nos dias que cercam
as festas de final de ano (Natal e Ano Novo),
ou seja, no verão.

Foto: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/clericot-anote-a-receita-do-drinque-feito-com-frutas.htm


É preparado pela mistura de salada de frutas cítricas
e tropicais, como laranja, melão, mamão,
maçã, abacaxi, pêssego e / ou morango),
com uma bebida alcoólica
(principalmente vinho tinto ou vinho branco ),
um pouco de açúcar e gelo . Geralmente evitado incluir
melancia entre as frutas, com base em um mito urbano
que afirma que a combinação de vinho
com melancia tem efeitos letais.

Às vezes é usado cidra em vez de vinho.

No Paraguai é tradicional preparar o Clericot
em um kambuchi (panela de barro), mas ultimamente
é costume fazê-lo em um frasco de vidro.

Fonte: http://es.wikipedia.org/wiki/Cleric%C3%B3

Passas | Uvas-passas

Passa ou uva-passa é o nome dado
a um tipo de uva especial, de tamanho menor,
que sofreu um processo de secagem.

As passas de uva surgiram como forma
de conservação das frutas, através
de um processo de desidratação,
que resulta da exposição prolongada ao sol.

Essa forma de consumir a fruta
teve origem em épocas pré-históricas.
Acredita-se que a “invenção” aconteceu
com a queda dos frutos da videira,
que depois secaram ao sol. Mais tarde,
a uva passou a ser desidratada propositalmente,
para ser armazenada e transportada em longas viagens.

Foto: http://comercomsaude.blogspot.com.br/2013/07/passas-de-uva.html


Por conta da desidratação, os compostos da fruta
que trazem benefícios para a saúde ficam
mais concentrados na uva passa.
Entre essas substâncias estão os fenólicos,
que apresentam ações específicas no corpo.
O principal efeito é atuar como antioxidante, ou seja,
proteger o corpo dos radicais livres.
Eles também contribuem na prevenção de doenças vasculares
e do infarto, além de diminuírem a sensação de fome
e contribuírem para o controle de peso.
Saiba mais sobre os benefícios das Passas ou uva-passa

Fonte:
http://www.saboremmovimento.com.br/comer-uva-passa-faz-bem/

Sorbet | Sobremesa congelada

Sobremesa congelada feita a partir
de água adoçada com aroma
(normalmente suco de frutas)

o que diferencia o sorbet,
é que não leva leite

O sorbet é uma iguaria gelada,
requintada e saborosa, utilizado
na alta gastronomia como espécie de entremets,
para limpar paladar entre um prato e outro,
como por exemplo, quando após comer carnes brancas
passa para as vermelhas em uma mesma refeição.
Atualmente também tem feito sucesso como sobremesa,
com seus sabores e texturas peliculares
e é altamente consumido no verão.

Foto: http://www.tropicaldreamsutah.com/products/sorbet/


Por ser composto basicamente por suco concentrado
de fruta, gelo e açúcar, e não ter leite e gordura,
o torna uma sobremesa altamente refrescante e leve,
sendo uma excelente opção para quem tem intolerância
à lactose dos sorvetes convencionais
ou quer uma sobremesa gelada
extremamente saborosa e de baixa caloria.

Fonte:
http://www.labasque.com.br/blog/Conheca-mais-sobre-o-Sorbet

Pisco sauer | Pisco sour | A "caipirinha" peruana

O Pisco sour, drinque mais famoso do Peru,

é uma espécie de caipirinha do país.
A base do coquetel é o pisco, águardente
com gradação alcoólica entre 38 e 48,
obtida da destilação da uva.

Foto: http://www.culturaperuana.com.br/pisco-sour/


A bebida nasceu no século 17 no vale de Ica,
próximo a um povoado chamado Pisco.
Para a fabricação da bebida, as uvas frescas passam
por cubas de fermentação por um período de
7 a 14 dias. Em seguida, o líquido
vai para o alambique para a destilação.
Para finalizar, o pisco passa
de três a nove meses em repouso.
Saiba mais sobre o Pisco sauer
A "caipirinha" peruana


Fonte:
http://culinaria.terra.com.br/receitas/bebidas/pisco-sour-conheca-a-caipirinha-peruana,d927d49ab9fbf310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Cebola | Os benefícios da cebola

A Cebola reduz o açúcar no sangue


Quanto maior a ingestão de cebola,
menor o nível de glicose encontrado
durante os testes de tolerância
oral ou intravenosa de glicose.

Evidências experimentais e clínicas
sugerem que dissulfureto de alilo propilo
é responsável por este efeito e reduz
os níveis de açúcar no sangue, aumentando
a quantidade de insulina disponível.

Foto: http://blogdotadeusa.com.br/pesquisadores-testam-no-rio-grande-do-sul-sementes-de-cebolas-de-pernambuco/


Este resultado é um aumento na quantidade
de insulina disponível para introduzir
a glicose nas células, causando
uma redução do açúcar no sangue.

Além disso, as cebolas são uma boa fonte de cromo,
o componente mineral na tolerância à glicose,
uma molécula que ajuda as células
a responderem adequadamente à insulina.
Uma xícara de cebola crua contém mais
de 20% do valor diário deste importante mineral.
Saiba mais sobre Os benefícios da cebola

Fonte:
http://www.i-legumes.com/beneficios-saude/cebola_beneficios/

Wot | Prato Nacional da Etiópia

É um ensopado picante.
Pode ser feito de carne de vaca, carneiro, galinha,
cabra, ou mesmo lentilhas ou grão de bico


É um guisado de carne e vegetais, ou apenas de vegetais.

A sua característica principal, além dos vários condimentos,
é começar por se assar cebola sem qualquer gordura,
até ficar quase seca; só nessa altura se junta a gordura
que, vai transformar a cebola numa pasta.

Foto: http://www.cimoservice.it/etiopia/cucina/wot.asp


Para os pratos de carne é tradicionalmente
uma manteiga (ou leite) fervida em fogo brando
durante várias horas com várias especiarias
(é equivalente a manteiga-de-garrafa dos brasileiros,
mas com um sabor especial), enquanto que
para os wot vegetarianos se usa óleo vegetal.

Juntamente com esta gordura, podem juntar-se
outros condimentos, como o berbere,
uma mistura à base de pimenta malagueta e açafrão indiano
para um molho menos picante, ou sem nenhum tempero.
Depois junta-se a carne (galinha, cabra ou carneiro)
ou peixe e vegetais como ervilhas, lentilhas, batatas,
cenouras e folhas de beterraba-dourada;
no caso do wot vegetariano, apenas os vegetais são cozinhados.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Wot