Réveillon 2012 - Ilha de Paquetá.

Paquetá
Palco: Praia da Moreninha
Queima de Fogos


Atrações:
- Império da Tijuca.
- Roda de Samba
- Quinta do Pagodinho com Arte de Ser e Lúcio
- Dhema
- Vanda do Terreirão
- Swing e Simpatia
- Bateria da Porto da Pedra.


Fonte: Site da RIOTUR

Praia da Moreninha

Maré Cheia de Cultura. Feliz Aniversário Paquetá!

Nesse final de semana,
a Casa de Artes Paquetá
e a Secretaria Municipal de Cultura
promovem mais uma série de atividades
em homenagem a nossa Ilha.

DIARIAMENTE DE 10H ÀS 17H
- EXPOSIÇÃO A HISTÓRIA DE PAQUETÁ
- na Casa de Artes Paquetá

Os eventos são gratuitos e livres
para todas as idades.

PAQUETÁ, PATRIMÔNIO DOS NOSSOS CORAÇÕES!



Bacamarte

O Bacamarte (do francês braquemart)
é uma arma de fogo tosca e curta,
de cano largo e curto (mais alargado na boca),
reforçado na coronha.
É mais conhecido em português nortenho/tripeiro
como nanão ou pila.

TATURANA

TATURANA
Também conhecida como Manduruvá, Ruga, Mandrová,
a Taturana é um animal perigoso.
Tocando nos seus espinhos,
você pode sentir queimação e outros sintomas
que podem levar até a morte.

É um tipo específico de larva de mariposa,
que tem veneno em seus espinhos.
A Taturana Lonomia mede de 5 a 7 cm,
tem cor marrom-claro-esverdeado
e o dorso é percorrido por faixas longitudinais
de cor castanha-escura,
com manchas amarelo-ocreadas.

A HISTÓRIA DO PRIMEIRO AUTOMÓVEL...

DIA 1 DE OUTUBRO DE 1908:
É LANÇADO O PRIMEIRO CARRO POPULAR DA HISTÓRIA


O norte-americano Henry Ford coloca nas ruas o Ford Modelo T,
feito para o homem comum usar todos os dias.
Com o preço de 850 dólares, foi um sucesso,
vendendo em quase duas décadas
cerca de 15 milhões de automóveis.

Ford Modelo T, conhecido no Brasil como Ford de Bigode,
foi o produto da fábrica norte-americana
que popularizou o automóvel e revolucionou
a indústria automobilística, tanto que foi escolhido
como o Carro do Século XX. Vigésimo projeto da marca,
a partir de 1903, foi produzido por 19 anos
entre os anos de 1908 e 1927.
A fabricação desse modelo ganharia
notável incremento a partir de 1913, quando Henry Ford,
inspirado nos processos produtivos dos revólveres Colt
e das máquinas de costura Singer,
implanta a linha de montagem e a produção em série,
revolucionando a indústria automobilística.
O T era o primeiro carro projetado para a manufatura,

Pode-se afirmar com segurança que a indústria automobilística
começou a partir deste momento, pois, até então,
fabricado artesanalmente, o automóvel ainda era visto
com desconfiança pelos americanos.
Não passava de um brinquedo barulhento, perigoso e caro.

Com estas inovações, em vez de um operário ficar responsável
pela produção de todas as etapas de um carro,
várias pessoas ficavam responsáveis pela produção
de etapas distintas de vários carros.
Henry Ford criou um engenhoso sistema de esteira,
que movimentava o carro em produção em frente aos operários,
para que cada um executasse a sua etapa.
Isto aumentou em muito a produtividade,
pois um carro ficava pronto a cada minuto.

Em conseqüência, o custo de cada unidade caiu
em relação aos concorrentes existentes no mercado.
E a queda de preço foi constante:
em 1908, ano de seu lançamento, a unidade custava US$ 850;
em 1927, último ano de sua fabricação,
o preço havia despencado para US$ 290.

Por estas razões, o T conquistou o público americano
e de outros países. Em 1914 é iniciada sua fabricação na Argentina.
Em 1917, é lançado o caminhão Modelo TT.
Em 1919, a Ford se torna o primeiro fabricante de automóveis no Brasil,
com a produção do carro e do caminhão dessa linha. Em 1920 ,
mais da metade dos veículos que circulavam
ao redor do mundo eram modelos T
e podiam ser vistos até em países distantes como Turquia e Etiópia.

Um Modelo T ainda em atividade no século 21
Fonte: Internet.

FELIZ ANIVERSÁRIO PAQUETÁ!

Em dezembro de 1555, André Thevet,
da expedição de Villegaignon
que viera fundar a França Antártica,
faz o primeiro registro e descrição de Paquetá,
já com esse nome dado pelos índios.

A Ilha é uma das ocupações mais antigas da cidade.
Sua colonização começa com Estácio de Sá
expulsando os franceses e doando Paquetá,
sob a forma de duas sesmarias,
a dois de seus capitães de combate.
Isso, antes mesmo da fundação
da cidade do Rio de Janeiro, em 1565.

Em dezembro, várias atividades homenageiam a nossa Ilha.
Saiba mais em www.casadeartes.org.



PAQUETÁ, PATRIMÔNIO DOS NOSSOS CORAÇÕES!