Xangô

Introdução:

Deus do raio, do trovão, da justiça e do fogo

.
É um orixá temido e respeitado, é viril e violento,
porém justiceiro. Costuma se dizer
que xangô castigar os mentirosos, os ladrões
e malfeitores. Seu símbolo principal
é o machado de dois gumes e a balança, símbolo da justiça.
Tudo que se refere a estudos, a justiça, demandas judiciais,
ao direito, contratos, pertencem a xangô. Ambicioso,
chega ao poder destronando seu meio irmão ajaka.
Passa, então, a reinar com autoritarismo e tirania,
não admitindo que sua atitudes
fossem contestadas, o que possivelmente
levou-o a cometer injustiças em suas decisões.
Usa o poder do fogo como seu símbolo de respeito.
Galante e sedutor , desperta a paixão da divindade oya,
uma de suas três esposas - as outras são oxum e obá -
0